Profissionais de Beleza Afro recebem incentivos do Programa APL  

 Profissionais de Beleza Afro recebem incentivos do Programa APL  

Representantes de órgãos do Governo do Estado estiveram em Osasco para entrega do certificado de parceria

 

Por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, os profissionais que atuam no segmento de Beleza Afro serão beneficiados com o Programa de Fomento de Arranjos Produtivos Locais Paulista (APL).

Durante cerimônia realizada em Osasco, na quarta-feira (8), no Studio E.Beauty, localizado no Centro, a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Marina Bragante, assinou o certificado e explicou detalhes da parceria com o Projeto para Beleza Afro-Brasileira. “O propósito da Secretaria é pensar o desenvolvimento do Estado de uma maneira ampla e competitiva, envolvendo os mais diversos segmentos. O programa é um trabalho coletivo, que busca o cooperativismo e o empreendedorismo, neste caso, a cadeia produtiva da Beleza Afro, que deverá unir os cabeleireiros e outros profissionais na participação de cursos técnicos e de gestão com incentivo do governo e pa rcerias com empresas do setor”, afirmou Marina.

Além dos proprietários do salão e idealizadores do projeto, Edson Beauty e Litiane Barros, que atuam em Osasco há mais de 10 anos, e outros trabalhadores da área, participaram do encontro o secretário executivo do Centro de Equidade Racial do Governo do Estado, Ivan Lima; o secretário-adjunto de Cultura de Osasco, Paulinho Samba de Rua, o presidente do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, Gil Marcos Clarindo dos Santos; e a enfermeira Monica Calazans, que ficou conhecida ao ser a primeira brasileira vacinada contra a Covid-19.

Segundo Ivan Lima, o Centro de Equidade Racial, criado pelo Governo do Estado para promover a integração de projetos, programas e ações voltadas ao desenvolvimento regional e socioeconômico da população negra, intermediou a assinatura da APL. “Essa articulação é um dos objetivos do nosso trabalho e em breve também vamos inaugurar aqui em Osasco uma Casa Afro Brasil, em parceria com a Prefeitura, que vai oferecer espaços de multiuso para realização de a&ccedi l;ões, cursos, geração de emprego e renda”, disse Ivan.

Segundo Edson Beauty, para se enquadrar nas regras do APL e conseguir a aprovação, foi necessário cumprir exigências, como objetivo do projeto, tipo de público atendido e comprovar atuação na área. “Nossa proposta é ter núcleos em Osasco, na Grande São Paulo e estado, para qualificar os profissionais que já trabalham na área e transformar em profissão e emprego seguro para quem pretende atuar na área”, informou.

Quem se interessou poderá entrar em contato para mais informações (11) 94929-9291

Texto e Fotos: Marcia Macedo

0 Reviews

Relacionados

SE INSCREVA PARA RECEBER NOTÍCIAS E BOLETINS EXCLUSIVOS