Furlan troca secretários e anuncia possível ida de Beto Piteri ao PSB

 Furlan troca secretários e anuncia possível ida de Beto Piteri ao PSB

Foto: Divulgação

Compartilhe essa matéria

por Aline Barros 

O prefeito de Barueri anunciou trocas estratégicas de secretários e ainda rebateu acusações de seu adversário político durante coletiva de imprensa, realizada nesta sexta-feira,27.

Durante a coletiva com a imprensa regional foi  anunciadas mudanças, estratégias políticas e contudo, os andamentos das obras na cidade.

Em setembro, Furlan já havia divulgado um vídeo em suas redes sociais informando que seu vice-prefeito, Beto Piteri, deixaria a secretaria de Obras para assumir a secretaria de Governo.

Portanto, essa mudança estratégica tem como proposta de organizar e unificar todas as secretarias municipais. “Nesta reta final da minha gestão preciso da ajuda do Beto para organizar todas as secretarias e assim finalizar esse mandato com o mesmo sucesso que começamos”, ressaltou Furlan.

Embora as eleições estão bem antecipadas nas redes sociais e pelos políticos da região, onde apenas ocorrerá  em 6/10/2024, Furlan já vem realizando articulações políticas, além de já ter declarado abertamente a escolha de Piteri para ser o sucessor. “O Beto será sim nosso candidato e estamos nos organizando para ser pelo PSB, mas por enquanto está no PSDB e ficará à frente da secretaria de Governo. Já em Obras, ficará o Rene Aparecido da Silva”, confidenciou o chefe do executivo municipal.

Ele ainda completou que “Eu só quero que o meu governo continue depois do fim do meu mandato. Portanto, reforço que o Beto é o meu candidato a prefeito em 2024, e como ninguém tem nada pra falar dele, estão com esses ataques banais, chamando ele de ‘forasteiro’, porque ele é de Jandira e foi prefeito de lá. Mas, eu também sou forasteiro porque nasci em Sorocaba e estou no meu sexto mandato como prefeito de Barueri. Olha o tanto de coisas que eu fiz por essa cidade e sei que o Beto é a pessoa mais preparada para dar continuidade a esse trabalho. Mas tem gente que nasceu aqui e só destruiu a cidade”, enfatizou Furlan.

O prefeito aproveitou a coletiva para abrir os olhos da população em relação às mentiras que estão sendo criadas em relação à sua gestão. “São muitas especulações, mas é só comparar o que já foi, o que está sendo feito e o que ainda vamos entregar no ano que vem. Ainda temos mais de um ano de mandato e vou seguir trabalhando para deixar essa cidade cada vez melhor”,  ele ainda declarou em primeira mão que existe a possibilidade de disputar, em 2026, uma cadeira no Senado Federal.

Já sobre o bombardeio de divulgações de pesquisas eleitorais não registradas no TSE, o secretário de Assuntos Jurídicos, Dr. Marco Aurélio Toscano, garantiu que as medidas serão tomadas no momento adequado. “O Congresso Nacional e a Justiça Eleitoral já se movimentaram no sentido de criar mecanismos jurídicos para coibir e punir o uso desse tipo de propaganda eleitoral irregular e baseada em mentiras. Mas acredito que isso será feito no momento oportuno, que não é agora, pois ainda não estamos em campanha”.

Embora Toscano afirma que a gestão de Furlan é pautada no trabalho e é feita com muita responsabilidade. “Ainda estamos no ano que antecede as eleições, e não podemos agir pautados em práticas dos adversários. No momento adequado, se necessário, vamos tomar medidas no sentido de coibir qualquer discurso antipolítico e antidemocrático. Da nossa parte, no momento certo, faremos uma campanha limpa, respeitando a lei, respeitando a justiça eleitoral e respeitando o povo.”

Para finalizar a coletiva, o chefe do executivo municipal citou que espera ver o povo fazer justiça. “Quem tem que falar que ele foi ruim, que desrespeitou o povo, que arrebentou com a cidade, destruiu a Saúde, a Educação, é o povo, e a oportunidade será na próxima eleição, nas urnas. Eu espero que o povo fale isso pra ele, porque eu não acredito que alguém que faz um governo horroroso, como ele fez, destruindo tudo, possa ter êxito na opinião pública. Eu não acredito nisso, nunca vi isso e não quero ver isso no final da minha gestão”, concluiu Rubens Furlan.

 

0 Reviews

Relacionados