Câmara Municipal repudia vandalismo na Igreja Nossa Senhora dos Remédios

 Câmara Municipal repudia vandalismo na Igreja Nossa Senhora dos Remédios

 

Vereadores montarão uma comissão para prestar solidariedade a igreja atacada e o presidente da Câmara Municipal de Osasco Ribamar Silva (PSD) lamentou sobre o episódio ocorrido na noite desta segunda-feira (03), e então, manifestou o repúdio do Legislativo municipal a esse tipo de violência.

“O que nós pudermos fazer para ajudar na reconstrução, iremos fazer com certeza. Vamos unir forças e vamos nos juntar para ajudar”, comentou Silva.

“Deixo aqui nossa solidariedade, independente da religião o papel da igreja é restaurar vidas. Porque vamos fazer uma comissão de vereadores para fazer uma visita à igreja e prestar solidariedade em nome da Câmara”, acrescentou.

Vereadores

Mas, os outros vereadores da Casa também se manifestaram contra os atos de vandalismo que destruíram imagens sacras com mais de 60 anos de história e são um marco histórico daquela região.

Cristiane Celegato (Republicanos), também repudiou o ato: ”A fé não incita a violência, ao contrário. Precisamos de mais respeito, respeito ao ser humano, às pessoas”.

Rogério Santos (PL), por sua vez, comentou que a fé jamais pode ser objeto de conflitos: “A fé deve servir para elevar a alma para o encontro com Deus, e tornar o ser humano mais fraterno. Quando, em nome da fé, realizam atos como este é um contra-testemunho aos princípios cristãos, uma intolerância. É um ataque à fé de um modo geral”, disse o vereador.

Emerson Osasco revelou perplexidade com o ato: “Ao invadirem a igreja, essas pessoas ofenderam a comunidade e danificaram patrimônio histórico, como a imagem de Santo Ubaldo, vinda da Itália há 60 anos”.

Já Adauto Tô Tô demonstrou apoio aos membros da igreja e repudiou o ato: “Me solidarizo com o povo católico da Vila dos Remédios e quero acreditar que foi um ato isolado”.

Relacionados

SE INSCREVA PARA RECEBER NOTÍCIAS E BOLETINS EXCLUSIVOS