Secretaria de Saúde adverte sobre a raiva transmitida por morcegos em Barueri

 Secretaria de Saúde adverte sobre a raiva transmitida por morcegos em Barueri

Crédito das fotos: Divulgação / Secretaria de Saúde

Compartilhe essa matéria

O Departamento Técnico de Controle de Zoonoses (DTCZ), da Secretaria de Saúde de Barueri, alerta a população para o aparecimento de morcegos (potenciais transmissores da raiva ou hidrofobia) no verão. Isso ocorre devido à procriação desses mamíferos ocorrida no semestre anterior. Vários animais transmitem a doença, mas somente o morcego é capaz de voar. 

 

Ao contrário do que se pensa, apenas cerca de 20% das espécies de morcegos se alimentam de sangue. No Brasil há mais de 180 espécies de morcegos e apenas três delas são hematófagas. Eles têm o hábito de procurar alimentos (frutos, néctares e pequenos insetos) no horário noturno.

Quando contaminados, os morcegos podem transmitir a raiva através de mordeduras, arranhaduras e lambidas. Apesar de se manterem distantes dos seres humanos, a devastação de seu hábitat natural, as copas das árvores, eles têm se aproximado cada vez mais da população.

Nas áreas urbanas, eles costumam se abrigar em viadutos e em cômodos abandonados de imóveis. Assim como todos os animais silvestres, os morcegos são protegidos por lei. Não tente envenená-los ou eliminá-los. Eles são importantes para o ecossistema em razão de eliminarem insetos e de atuarem como propagadores de sementes. Caso se depare com uma grande colônia desses animais, consulte o DTCZ.

O DTCZ vacina gratuitamente cães e gatos contra a raiva. O atendimento é às segundas e quartas-feiras das 9h às 11h e das 13h às 15h30 na Rua Anhanguera, 200 – Vila São Francisco – próximo à Estação Barueri da Via Mobilidade e ao Cemitério Municipal. Não é preciso agendar.


Principais cuidados  

  • Não toque em morcegos vivos ou mortos;
  • Não tente resgatá-los de fios, cercas ou galhos;
  • Vacine seus cães e gatos anualmente contra a raiva;
  • Em caso de encontrar animais feridos ou mortos, cubra-os com uma caixa de papelão ou com um balde e chame o DTCZ pelos telefones (11) 4198-5679 e 4198-0424;
  • Se seu pet capturar algum desses animais, chame o DTCZ imediatamente. Fora do expediente, deve-se acionar a Guarda Civil Ambiental através do telefone (11) 4199-1400.

 

Se não for tratada a tempo, a raiva pode ser fatal. Procure ajuda médica em caso de qualquer contato físico com esses animais.

0 Reviews

Relacionados