Secretaria de Finanças presta contas do 3° quadrimestre de 2020 em Audiência Pública

 Secretaria de Finanças presta contas do 3° quadrimestre de 2020 em Audiência Pública
Compartilhe essa matéria

Na manhã desta quinta-feira (25), a Comissão de Economia e Finanças da Câmara de Osasco, presidida pela vereadora Elsa Oliveira (PODE), organizou uma audiência pública para prestação de contas do terceiro quadrimestre de 2020.

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

O evento, secretariado pelo vereador Julião (PSB), contou com a presença de Bruno Mancini, secretário de finanças de Osasco e Carine Donizete Simões, subsecretária do Tesouro Municipal.

O principal objetivo da audiência foi a demonstração de que os valores de receitas e despesas constantes na Lei Orçamentária Anual (LOA) são compatíveis com as metas de receitas, despesas e de resultados estabelecidos na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

As metas fiscais são estabelecidas pelo governo, de forma a garantir as condições necessárias para que a economia cresça de forma sustentável, então, direcionando esforços para a preservação do equilíbrio fiscal dos Estados e Municípios, além de manter a dívida pública em níveis aceitáveis.

Na abertura dos trabalhos, Mancini afirmou que os resultados apresentados são positivos e que Osasco “vive um novo momento”, fruto de uma política de austeridade e responsabilidade.

Em sua apresentação, Simões afirmou que apesar da pandemia do coronavírus, a cidade manteve um poder de arrecadação “muito grande”, em boa parte devido à abertura de novas empresas.

Em 2020, as principais receitas do município cresceram 7,73%. A arrecadação total foi de R$ 2,85 bilhões, mas, o valor menor do que o previsto, mas considerado satisfatório devido às circunstâncias impostas pela Covid-19.

Já as despesas foram de R$ 2,67 bilhões, valor também inferior ao previsto, representando 78% do orçamento disponível. O superávit orçamentário foi de 62 milhões. “Tivemos um bom resultado e conseguimos arcar com nossos compromissos”, avalia a subsecretária.

Segundo ela, a dívida fiscal do Município tem diminuído ao longo dos anos, sendo “controlada” e “de acordo com os limites”. Ao longo de 2020 o valor diminuiu em R$ 103,3 milhões, de um total de R$ 894,22 milhões, número considerado bom do ponto de vista fiscal. “Osasco apresenta uma boa saúde financeira e um bom equilíbrio de contas”, observou Simões.

Mas, ao final da apresentação, a vereadora Elsa Oliveira comemorou os resultados: “Para nós é uma grande alegria saber que Osasco continua em constante crescimento”. Julião concluiu: “Com certeza, conseguiremos avançar muito mais. Quem mais ganha é a população”.

Como medida de contenção ao coronavírus, a audiência pública foi conduzida por videoconferência, com a participação remota dos parlamentares e transmissão ao vivo pela TV Câmara Osasco.

A Comissão de Economia e Finanças da Câmara Municipal de Osasco é composta pelos vereadores Elsa Oliveira (PODE) – presidente, Fábio Chirinhan (PP) – relator, Ralfi Silva (REP) – membro, Batista Comunidade (Avante) – membro e Julião (PSB) – membro.

0 Reviews

Relacionados