Saiba como comprar um imóvel mesmo negativado

 Saiba como comprar um imóvel mesmo negativado

Business partners closing deal in coffee shop. Business man and woman meeting in street cafe and shaking hands with each other. Agreement or handshake concept

Compartilhe essa matéria

Sistema de cooperativismo habitacional auxilia famílias a terem a casa própria sem enfrentar burocracia dos bancos

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

As famílias brasileiras estão sempre enfrentando o desafio de se programarem para realizar o sonho da casa própria. Muitas vezes ele é adiado pela própria instabilidade financeira com a perda de emprego e renda, o investimento no estudo dos filhos, ou mesmo porque estão negativados nos órgãos de consulta, como o SPC ou Serasa.

Este último é um dos principais fatores impeditivos para que possa adquirir um imóvel financiado pelos bancos, por isso os empreendedores barram os interessados logo que adentram um stand de vendas de lançamentos imobiliários.

De acordo com o diretor presidente da Conex Habitacional, Fernando Marcato, outra modalidade para a aquisição de um apartamento ou mesmo uma casa, é o Cooperativismo Habitacional, que, ao contrário dos bancos, não faz consultas a esses órgãos, e não exigem que as pessoas tenham o nome limpo para se associarem e finalmente morar na própria casa.

Segundo ele, o cooperativismo visa às necessidades das famílias e não do lucro. Seus referenciais fundamentais são: participação democrática, solidariedade, independência e autonomia. “A cooperativa não tem nenhum incentivo do governo, por isso seu maior patrimônio é o cooperado. O sistema é maravilhoso.  Não tem banco, não tem juros, não tem consulta ao SPC e Serasa. Ou seja, é uma relação de confiança. Os cooperados devem possuir apenas desejo de participar e saúde financeira”, afirma o diretor.

Marcato conta em muitos anos atuando no mercado imobiliário já viu muitas pessoas terem o sonho frustrado, porque o sistema não permitiu a compra. “Nesse mercado, encontramos famílias que tenham até R$ 10 mil de renda familiar, mas ainda assim com algum tipo de restrição, e se depender de um banco, ela nunca vai conseguir um financiamento, ou seja, está fadada a ficar de fora para sempre”, completa.

Além disso, ele afirma que no sistema de cooperativismo não existem juros em momento algum. “A única coisa que temos é a correção pelo INCC (Índice Nacional da Construção Civil). Já no financiamento bancário, por ter juros e um longo prazo de financiamento, o interessado irá pagar, no mínimo, 3 vezes o valor do imóvel ”, finaliza.

0 Reviews

Relacionados