Osasco terá candidatura coletiva nas Eleições 2020

 Osasco terá candidatura coletiva nas Eleições 2020
Compartilhe essa matéria

Grupo pretende fortalecer a presença feminina e LGBTQI+ na câmara municipal Osasquense

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

Por Redação

Com o objetivo de fortalecer as presenças feminina e LGBTQI+ na câmara municipal de Osasco, a AtivOz (encabeçada por Juliana Curvelo) anuncia a pré-candidatura.“Acreditamos que a saída é coletiva. Unimos forças para construir um diálogo com a sociedade”, pontua Juliana.

Mãe, educadora e ativista com mais de 10 anos de atuação, ela se inspirou em outras “mandatas coletivas” – como a Bancada Ativista, eleita para deputada estadual em 2018 com o nome de Mônica Seixas.“De ativista do ecossocialismo e cultura; entusiasta e participante de movimentos de economia solidária, educadora de escola pública e mãe, à pré co-candidata a vereadora”, apresentou-se no perfil do AtivOz nas redes sociais.

Nascida e criada no Rochdale, bairro que sofre muito com os problemas ocasionados por enchentes, Juliana vive a realidade de uma mulher/mãe que utiliza os equipamentos públicos do SUS e deseja escola pública de qualidade para suas filhas. “Sempre acreditei no trabalho coletivo, na participação popular e que temos o direito de ocupar os espaços colaborando ativamente na elaboração de políticas públicas”, resume.

Entre as vulnerabilidades que assolam a cidade no momento, Juliana destaca o desemprego, o abandono parental, a ausência de uma rede de proteção e apoio, a dificuldade para acessar os recursos do Sistema Único de Saúde e do Sistema Único de Assistência Social.

 

Quem faz a AtivOz

  • Angela Bigardi, Educadora engajada na luta pela escola pública de qualidade, na valorização dos profissionais da educação e na disseminação do ecossocialismo.
  • Deise Oliveira, psicóloga feminista, militante da saúde mental e economia solidária.
  • Higor Andrade, Ativista LGBTQI+, ator e escritor
  • Victor Luccas, Estudante de Ciências Moleculares e Militante estudantil.

Com experiências e referências diversificadas, o grupo pretende dar voz à população – especialmente às mulheres, LGBTQI+ e negros – e usar o consenso para as decisões. O “rosto” que aparecerá nas urnas, bem como o nome, será o de Juliana; porém, as decisões serão tomadas em conjunto. Uma forma de enaltecer o diálogo e praticar o respeito.

“A Mandata Coletiva simboliza a despessoalização da política de gabinete, tira a ideia de que a política institucional é feita apenas por uma pessoa, traz à tona a necessidade de trabalhar de forma colaborativa e promovendo a participação popular”, reforça a pré-candidata.

Segundo ela, a candidatura coletiva “deixa de lado o que EU acho que a cidade precisa para pensar no que é necessário para a cidade de vários pontos de vista”, finaliza.

 

Saiba mais sobre a pré-candidatura coletiva em Osasco

AtivOz nas redes

Facebook: @Ativozz

Instagram: @ativ.oz

0 Reviews

Relacionados