Governo de São Paulo já tem 1 milhão de carteirinhas para vacinação infantil contra a Covid-19

 Governo de São Paulo já tem 1 milhão de carteirinhas para vacinação infantil contra a Covid-19

O governo de São Paulo anunciou na quarta-feira, 29/12, já ter a posse de um milhão de cartões específicos de vacinação infantil contra a Covid-19. O comprovante de imunização contra a doença foi apresentado nesta semana e será usado no atendimento a crianças de 5 a 11 anos nos 645 municípios paulistas.

No total, serão 4,5 milhões de comprovantes impressos com layout elaborado pela Secretaria de Comunicação. O cartão infantil se diferencia dos demais documentos de vacinação contra o coronavírus por conter tarjas amarelas em vez de verdes (1ª e 2ª doses) e azuis (dose adicional).

A antecipação de etapas administrativas é considerada fundamental pelo governo paulista em meio à necessidade de controle da pandemia e proteção da população. O objetivo do governo é agilizar a aplicação do imunizante no público infantil, medida que já foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o Palácio dos Bandeirantes, a vacina contra a Covid-19 será aplicada em todas as crianças de 5 a 11 anos que forem levadas a postos de vacinação pelos pais ou responsáveis. No ato da vacinação, será exigido um documento de identificação oficial da criança para registro no sistema Vacivida de informação de doses nominais.

O governo de São Paulo, assim como todos os demais estados do país, aguarda um posicionamento do Ministério da Saúde quanto à liberação dos imunizantes para as crianças. Neste momento, o Ministério promove uma “Consulta Pública” que pretende obter a opinião da população sobre a relevância da vacinação dessa faixa etária. Para quem deseja participar, a “Consulta Pública” se estende até o próximo dia 2 de janeiro e deve ser acessada pelo site do Ministério: https://www.gov.br/saude/pt-br. Depois disso, o Ministério afirma que irá liberar a vacina ainda no mês de janeiro.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na semana passada que irá vacinar as crianças independentemente do posicionamento do Ministério da Saúde e do governo federal.

 

Relacionados

SE INSCREVA PARA RECEBER NOTÍCIAS E BOLETINS EXCLUSIVOS