Fique atento às doenças em baixas temperaturas

 Fique atento às doenças em baixas temperaturas

 

Olá, tudo bem com você?

O Outono e o Inverno em nosso País tem sido rigoroso nos últimos tempos e isso pode interferir diretamente para o aparecimento de Doenças, agravamento das existentes e até morte.

Há mais de 50 anos, se estuda a relação entre as baixas temperaturas e a interferência que causa na Saúde das pessoas em todo o Mundo.

Segundo o Instituto Oswaldo Cruz, estima-se que aconteça um aumento de 30% nos casos de Infarto e morte quando a temperatura fica abaixo dos 14º, além de outras Doenças como Acidente Vascular Cerebral – AVC, Dor no Peito – Angina e Alterações Cardíacas – Arritmias.

As pessoas com mais de 65 anos e com histórico de Hipertensão, Diabetes, Fumantes e outras Doenças Crônicas, são mais vulneráveis nas temperaturas mais baixas.

A respiração também é afetada nas baixas temperaturas e quem já tem alguma complicação respiratória ou pulmonar, pode ter essa situação agravada pela baixa umidade do ar, aumento da poluição atmosférica e piora nos processos alérgicos.

A dor crônica causada pela Fibromialgia, pode piorar consideravelmente nas baixas temperaturas devido a maior contração muscular que o próprio corpo realiza para se proteger do frio. Essa contração muscular involuntária, diminui a passagem do sangue através dos vasos sanguíneos que deixam de nutrir os tecidos adequadamente.

Nos casos de processos inflamatórios e desgastes nas articulações, também podem ter a sensação de dor mais exacerbada por causa da baixa mobilidade que o frio impõe nas pessoas, principalmente nas mais idosas. Essa diminuição da mobilidade, diminui a lubrificação articular, deixando o líquido dentro das articulações mais grosso dificultando o movimento.

Então, existe alguma forma de melhorar a saúde mesmo em tempos mais frios?

A resposta é sim!

Quando se pratica atividade física com regularidade e principalmente em temperaturas mais baixas, ocorre o aquecimento corporal e isso, controla as dores de diversas formas. Ao estimular as contrações nos músculos, ocorre um alargamento dos vasos sanguíneos facilitando a passagem do sangue para nutrir os tecidos de forma mais adequada. Nas articulações, o liquido sinovial fica mais aquecido e fluido melhorando a amplitude das articulações, liberando os movimentos e diminuindo as dores. A hidratação, melhora a composição corporal, diminui a rigidez muscular, diminui as dores e evita alterações neurológicas causadas por desidratação.

Em temperaturas mais baixas, os cuidados com a Saúde devem ser redobrados para manter as Doenças Crônicas sob controle evitando seus agravamentos e diminuição na qualidade de vida, principalmente nas pessoas mais Idosas e com baixa mobilidade na rotina diária.

Dia 09/06/2022, quinta-feira, a partir das 11h, estarei na Rádio Nova Difusora 79,9 FM, de Osasco e você pode participar enviando suas perguntas sobre esse e outros assuntos de Doenças Crônicas e a atuação da Fisioterapia no tratamento delas.

Dr. Robson G. Mailho

Fisioterapeuta e Colunista do Jornal Digital da Região Oeste

Instagram: @fisiopersonalizada

 

 

0 Reviews

Relacionados

SE INSCREVA PARA RECEBER NOTÍCIAS E BOLETINS EXCLUSIVOS