Elsa Oliveira protocola em Brasília, recurso a saúde em defesa da mulher

 Elsa Oliveira protocola em Brasília, recurso a saúde em defesa da mulher

A vereadora Elsa Oliveira esteve em Brasília nesta quarta-feira, 18, para participar de uma reunião com a deputada federal Renata Abreu e conversar sobre a possibilidade de a parlamentar enviar recurso financeiro, por meio de emenda, para aplicação na área da saúde no município de Osasco.

“Por causa do tamanho da rede de saúde de Osasco, que é gigante, todo aporte é bem-vindo. Nossa demanda é imensa, e mais verbas ajudaria nos gargalos de cirurgias e realização de exames que Osasco eventualmente enfrenta”, comentou Elsa. “E Renata sempre se mostrou empenhada em atender os pedidos que chegam de Osasco até ela, tanto que já destinou mais de 25 milhões para a nossa cidade. Então, mais uma vez, acredito que fará todo o possível para atender mais esse, porque ela realmente tem uma antiga relação com o município e está sempre atenta às nossas necessidades”.

O ofício protocolado também leva pedido de destinação de recurso para o CRMVV (Centro de Referência da Mulher Vítima de Violência) de Osasco, importante para a ampliação dos atendimentos. “O CRMVV tem papel fundamental no apoio às mulheres osasquenses que passam por situação de violência doméstica. Ele é a porta de entrada para os diversos serviços que compõem essa rede de proteção, como a Saúde e a Assistência Social. E se funciona bem como a porta de entrada para os serviços, pode funcionar bem também como a porta de saída de situações de abuso, quem sabe oferecendo cursos de geração de renda, por exemplo, para que a mulher tenha alguma autonomia financeira e possa buscar a independência do seu abusador. Uma segunda unidade do CRMVV na cidade, sobretudo na zona Norte, onde os números de registro de violência doméstica são mais elevados, também seria um sonho, porque descentralizaria o atendimento e ficaria mais próxima das usuárias do Centro. Claro que o ideal é que a gente nem precisasse mais desse serviço, mas enquanto ainda houver um caso de violência contra a mulher, o CRMVV deve permanecer atuante e eficaz. Mas claro, tudo isso precisa de dinheiro pra funcionar, então o pedido que levo para a Renata é nesse sentido”, disse a vereadora.

Hoje o CRMVV atende na rua R. Dimitri Sensaud de Lavoud, 234. O telefone é o 3681-3014.

 

 

 

 

0 Reviews

Relacionados

SE INSCREVA PARA RECEBER NOTÍCIAS E BOLETINS EXCLUSIVOS