‘Dia D’ de Vacinação ocorre com grande engajamento da rede de saúde de Barueri 

 ‘Dia D’ de Vacinação ocorre com grande engajamento da rede de saúde de Barueri 
Compartilhe essa matéria

No último sábado, 13 de abril, ocorreu o “Dia D” de Vacinação, destinado primordialmente ao combate à gripe. O evento envolveu órgãos do governo federal e também dos estados e municípios. Barueri contribuiu tenazmente com o funcionamento de suas 19 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), de dois postos volantes (na Aldeia da Serra e em Alphaville) e com o engajamento de todos os seus servidores.

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

Logo pela manhã o secretário de Saúde de Barueri, Milton Monti, ao lado da família Gotinha (“Zé Gotinha”, “Maria Gotinha” e “Vovó Gotinha”) falou sobre o significado da data. “Estamos vacinando inicialmente grupos prioritários específicos (idosos, crianças, profissionais de saúde, caminhoneiros, integrantes das forças de segurança etc.). É importante que as pessoas se vacinem e que os pais revejam as cadernetas de vacinação de seus filhos menores de 15 anos”, declarou ele.

O secretário também alertou quanto à desinformação da população. “Infelizmente houve alguns episódios de informações incorretas e que trouxeram temor para que as pessoas pudessem se vacinar e também os seus filhos. Queremos salientar que a vacina evita que as pessoas adoeçam e também salva vidas. Nossas UBSs continuarão atendendo a população em geral nos demais dias da semana. Vacina é vida”, reforçou Monti.

A família Gotinha

Os personagens da família Gotinha se espalharam pelas UBSs unidades móveis e ajudaram a chamar a atenção das pessoas que ainda não sabiam da vacinação. Um deles estava na UBS Dr. Adauto Ribeiro, no Parque dos Camargos. “O Zé Gotinha é um personagem muito querido, principalmente pelas crianças. Todas querem abraçá-lo”, revela Bruno da Silva Vicente, de 26 anos, que pela terceira vez estava trajando a sua fantasia.

”Não importa o calor nem o peso da fantasia, o importante é que as pessoas se vacinem”, complementa ele. Vale lembrar que muitos adultos se atracaram aos personagens, com ou sem crianças no colo, para tirar selfies e compartilhar nas redes sociais.

A multivacinação 

O “Dia D” de Vacinação visava o combate à gripe, mas também serviu para que as pessoas pudessem atualizar suas carteiras de vacinação. Cláudia Antunes, de 31 anos, moradora do Parque dos Camargos, aproveitou para pôr em dia as vacinas da filha Helena, de um ano e quatro meses. “Estávamos com as vacinas de sarampo, meningite e Covid atrasadas. Já posso apresentar a caderneta na creche dela na próxima semana”, contou enquanto acalentava a bebezinha.

William Artur Silva Duarte, de 37 anos, compareceu com as filhas gêmeas Ana Júlia e Ana Clara, de cinco anos. “Tenho ainda um filho de um ano e quatro meses pra vacinar. Vou trazê-lo assim que ele sarar da febre”, afirmou. Josias Sales da Silva, aposentado de 69 anos, mesmo caminhando com o auxílio de uma muleta, fez questão de comparecer: “preciso fazer uma cirurgia para corrigir um desgaste ósseo no joelho, mas é importante a gente se imunizar para não ficar doente à toa”, confidenciou ele.

Adelino Pedro Santana, de 90 anos, por sua vez, estava acompanhado do enteado Raphael Xavier, de 38 anos. “Fiquei sabendo por um vizinho que esta UBS aqui perto de casa estava aberta hoje. Vim o mais rápido que pude para não atrapalhar os preparativos de um forró na minha rua”, confidenciou Santana.

0 Reviews

Relacionados