Deputado estadual Fernando Cury é denunciado por assédio sexual na Alesp

 Deputado estadual Fernando Cury é denunciado por assédio sexual na Alesp
Compartilhe essa matéria

Por Marcelo Damasceno

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

A deputada estadual Isa Penna (PSOL) registrou um boletim de ocorrência nesta quinta-feira, 17, contra o também deputado Fernando Cury (Cidadania) por importunação sexual durante sessão plenária da noite de quarta-feira, 16.

O ato denunciado pela parlamentar ocorreu no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), durante a votação do orçamento do estado para 2021. O vídeo mostra Cury passando a mão no seio da deputada. A cena foi transmitida ao vivo pelos canais oficiais da TV Alesp na internet.

Ao fazer uso da palavra na sessão, a deputada disse que foi assediada, “ontem, aqui nessa Casa, na frente da sua Mesa, eu fui assediada. Eu fui apalpada na lateral do meu corpo pelo deputado Fernando Cury, do partido Cidadania”. A deputada afirmou que, além do boletim de ocorrência, vai fazer uma representação contra o parlamentar. “Certamente não é um caso isolado. A gente vê a violência política e institucional a todo momento contra as mulheres. O que dá o direito a alguém de encostar em uma parte do meu corpo?”, discursou ela.

Apesar de ter pedido desculpas, Cury afirmou não ter feito nada de errado. “Eu nunca ia fazer isso na frente de 100 deputados”, disse ele. “Eu não fiz nada disso, não fiz nada de errado. O que eu fiz foi abraçar. Vocês viram o vídeo. “Em nota, a Alesp declarou que “com a denúncia da deputada, o Conselho de Ética fará avaliação do caso”.

Em nota, a Alesp disse que o Conselho de Ética da Casa irá avaliar o caso.

OAB São Paulo

O Observatório de Candidaturas Femininas da OAB São Paulo oficiou a Comissão de Ética da Alesp para que tome “providências” e apure “conduta indicadora de quebra de decoro parlamentar” do deputado Fernando Cury, o que prevê a possibilidade de perda de mandato eletivo.

Segundo o documento, a postura do deputado é “gravíssima” e merece investigação aprofundada pelo Conselho de Ética.

Cidadania

Em nota assinada pelos presidentes estadual e nacional da legenda, Arnaldo Jardim e Roberto Freire, respectivamente, exige as devidas explicações do parlamentar e encaminha o caso ao Conselho de Ética da sigla para que sejam tomadas providências cabíveis e efetivas.

Informações: G1, Estadão e Alesp

0 Reviews

Relacionados