A vacina contra Covid-19 da Pfizer foi aprovada e no Brasil os resultados da fase 3 já estão na Anvisa

 A vacina contra Covid-19 da Pfizer foi aprovada e no Brasil os resultados da fase 3 já estão na Anvisa

RS – VACINA-CONTRA-COVID-19 – GERAL – Imagem ilustrativa da vacina do novo coronavírus que causa a Covid-19, vista na cidade de Porto Alegre (RS), quarta-feira, 17. 17/06/2020 – Foto: MIGUEL NORONHA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhe essa matéria

Por Cristiane Marcontonio

Thank you for reading this post, don't forget to subscribe!

A vacina da Pfizer já foi aprovada para uso emergencial em Reino Unido, Bahrein, Canadá, Arábia Saudita, México e Estados Unidos. Nesses países, o imunizante pode ser aplicado em determinados grupos da população.

Os Estados Unidos e o Reino Unido iniciaram suas campanhas de vacinação, após suas agências reguladoras autorizarem o uso emergencial da vacina desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer, em parceria com a alemã BioNTech.

O imunizante Pfizer/BioNTech foi o primeiro a ser aprovado para uso – isso sem contar a vacina russa, do Instituto Gamaleya, que já havia sido aprovada para uso anteriormente pelo governo russo, mas apresentava controvérsias.

Aqui no Brasil, a farmacêutica Pfizer entregou nesta quarta-feira,16, o resultados da fase 3 de testagem da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela empresa com a parceira BioNTech à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), conforme informado pelo próprio órgão regulador.

O que é Fase 3 – os testes nessa etapa são realizados em grandes populações para avaliar a segurança e a eficácia da vacina. A vacina precisa provar que, de fato, é capaz de nos proteger da doença.

A apresentação do resultado dos testes de estágio final é um dos requisitos da Anvisa, para que um laboratório possa solicitar a autorização para uso emergencial de sua vacina contra a doença causada pelo novo coronavírus.

A Pfizer atualmente está em negociações com o governo brasileiro envolvendo 70 milhões de doses do imunizante, conforme autorização da ANVISA e trazendo a projeção da vacinação o mais breve aqui no Brasil. A empresa foi a segunda a entregar documentos relativos aos estudos de fase 3 à Anvisa, depois que a parceria entre a AstraZeneca e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apresentou seus dados no início deste mês.

Toda a população aguarda a conferência e autorização pela ANVISA para que o calendário de vacinação possa ser disponibilizado a população.

Diante do compromisso de transparência e do interesse público, a Anvisa passa a divulgar o status das análises preliminares para registro e outras informações de vacinas contra Covid-19. Confira mais informações no site https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2020/andamento-da-analise-das-vacinas-na-anvisa

0 Reviews

Relacionados